Mulheres pioneiras na advocacia e militantes da igualdade de gênero, fundadoras da OAB Mulher e advogadas atuantes no processo constituinte, foram homenageadas em 22 de março, no plenário histórico do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

Na solenidade, realizada em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Rio de Janeiro (OAB/RJ), a Medalha Myrthes Campos, uma das advogadas pioneiras a ingressar no quadro deste Instituto,  foi entregue às advogadas Gloria Marcia Percinoto, Leila de Andrade Linhares Barsted e Ana Muller. 

Em seu discurso Leila Linhares, destacou, além do trabalho pela fundação da OAB Mulher, um processo de formação forjado durante o combate pelo fim da ditadura e pela redemocratização da política e das instituições do Direito. “Costuramos até hoje nossas lutas e direitos, e a OAB Mulher foi muito importante na nossa vivência como advogadas, não apenas por nos encontrarmos como mulheres irmanadas pelos mesmos objetivos, mas também por estarmos dispostas a lutar por espaço”.

Para ver a íntegra do evento acesse aqui