A advogada Leila Linhares Barsted, Diretora Executiva da CEPIA, uma das autoras da Lei Maria da Penha, ministrou aula inaugural da 14ª Turma Especializada do Programa Justiça Cidadã, do Departamento de Ações Pró-Sustentabilidade (Deape) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. A aula foi assistida por lideranças de diversas comunidades cariocas.

Principal palestrante da atividade, Leila Linhares Barsted falou sobre os direitos humanos das mulheres.

– É importante a gente apresentar basicamente o que são os direitos humanos, num momento em que esses direitos estão sendo tão reduzidos. As pessoas, na verdade, não se dão conta da importância desses direitos para a nossa cidadania e democracia – destacou.

A advogada também abordou as conquistas das mulheres nas últimas décadas, mas frisou que ainda é preciso fazer muito para que as mulheres possuam seus direitos equiparados aos dos homens.

– Na realidade temos uma Constituição bastante avançada, leis muito bem elaboradas, como a Lei Maria da Penha e a Lei do Feminicídio, por exemplo. Temos igualdade no espaço público e privado, mas isso não tem, necessariamente, eliminado todas as discriminações econômicas, sociais e políticas. E, tão pouco, atuado de forma que possa diminuir a violência de gênero contra a mulher – ponderou.

Na grade do curso, com previsão de encerramento para o dia 18 de setembro, estão temas como a Lei Maria da Penha na efetivação dos Direitos Humanos e os mecanismos e instrumentos ratificados pelo Brasil no Sistema Universal dos Direitos Humanos.

http://www.tjrj.jus.br/web/guest/noticias/noticia/-/visualizar-conteudo/5111210/6662594

 

 

Outras notícias