O Comitê Latino Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher Cladem, Equality Now e Global Campaign for Equality in Family Law (GCEFL) realizaram, no período de 25 a 27 de setembro, no Rio de Janeiro, a Reunião Estratégica Regional sobre a falsa Síndrome de Alienação Parental – SAP no direito de Família na América Latina que reuniu mulheres de diversos países latino americanos. O CLADEM e suas organizações parceiras têm acompanhado com preocupação o aumento da utilização da falsa noção de Síndrome de Alienação Parental (SAP) na região da América Latina e do Caribe (ALC) utilizada como estratégia para privar as mães de seus direitos de guarda no contexto do contencioso familiar, especialmente nos casos em que a mãe acusa o pai de violência (abuso físico, emocional, psicológico, sexual) contra ela e/ou seus filhos. 

Para o CLADEM estas leis supostamente neutras e o uso da noção de SAP no campo judicial expõe mulheres e meninas a mais violência e maiores riscos, especialmente violência sexual e psicológica e também violência institucional e revitimização. A Reunião teve como objetivo aprofundar a compreensão de como as leis calcadas nessa falsa síndrome operam em cinco países da América Latina, tais como Brasil, México, Argentina, Porto Rico, Uruguai; compreender os usos deste discurso nos tribunais e os impactos sobre mães e filhos; discutir e mapear as barreiras e desafios à reforma das leis e práticas na falsa síndrome; enfrentar as propostas de lei que avançam na nossa região; projetar estratégias de ação para lidar com a falsa SAP, incluindo colaboração com as partes interessadas e as maneiras pelas quais as organizações podem impulsionar as mudanças. Leila Linhares Barsted participou dessa Reunião e colaborou como Relatora dos debates realizados no dia 25 de setembro.