O Conselho Nacional de Justiça – CNJ promoveu, em Brasília, dos dias 18 e 19 de abril, o Seminário Dignidade Humana – Promoção dos Direitos Humanos e a Proteção às Diversidades e Vulnerabilidades nas Políticas e Programas do CNJ. O Seminário abordou a promoção e proteção aos Direitos Humanos de grupos vulneráveis, indo ao encontro das balizas do Pacto Nacional do Judiciário pelos Direitos Humanos, do Pacto Nacional do Judiciário pela Equidade Racial, bem como das Recomendações, Resoluções e outras Políticas do Conselho Nacional de Justiça sobre o tema. 

Esse Seminário contou com a presença da Ministra Rosa Weber (Presidente do STF e do CNJ), da Ministra Sonia Guajara, do Ministério dos Povos Indígenas, de Ministras e Ministros representantes do STJ, do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania e Ministério da Igualdade Racial, dentre outras autoridades. 

Leila Linhares Barsted participou como uma das palestrantes do Painel Direitos Humanos das Mulheres e destacou as questões da violência de gênero, da lei de alienação parental e da ADPF 442 destacando a necessidade do STF de reconhecer o direito das mulheres à interrupção da gravidez.