Em artigo publicado no jornal O Globo de 5 de abril no setor Opinião Jacqueline Pitanguy escreve sobre a necessidade de desconstruir narrativas transmitidas por redes sociais que, ao afirmarem que o novo governo vai queimar Igrejas, destruir a propriedade, transformar meninos em meninas, dentre outras ameaças infundadas,  incutem  um medo coletivo na sociedade, bem como ódio e intolerância. Tais narrativas são responsáveis pelos deploráveis ataques de 8 de janeiro em Brasilia e constituem uma barreira ao debate político democrático e republicano.

Veja o artigo na integra

É preciso desconstruir narrativas do pânico_artigo_Jacqueline (1)