A CEPIA, juntamente com outras organizações latino americanas e de Espanha, lança hoje a Campanha ibero-americana Como foi seu dia na internet hoje?,  coordenada pela Faro Digital, organização argentina.

Meninos, meninas e jovens habitam os espaços sociais da internet, como redes sociais, videogames, plataformas de streaming, criando sua identidade e territórios comunitários, onde acontece boa parte de sua socialização e comunicação. A campanha visa proporcionar um apoio adulto de qualidade nos espaços digitais, a partir da sensibilização para as necessidades educativas, emocionais e de cuidado das crianças, adolescentes e jovens.

Ações da campanha incluem:

Posts nos meios digitais com conselhos sobre como acompanhar crianças, adolescentes e jovens na internet, além de uma sessão de formação aberta e gratuita, nos dias 22 e 23 de novembro, na qual serão oferecidas, pela Faro Digital, quatro oficinas virtuais sobre os seguintes temas:

. Telas/monitores e infância: dicas para cada família saber como monitorar o uso de telas na primeira infância e na infância: quantidade e qualidade das telas, tipos de dispositivos, referência de adultas(os), prevenção de riscos e como lidar com o acesso a informações inadequadas.

. Coexistência digital: tudo o que precisamos saber sobre o aliciamento e o cyberbullying: definições, estratégias de prevenção, gestão de casos e reclamações.

. Telas/monitores e adolescentes: conselhos para acompanhar adolescentes nos principais desafios que as telas apresentam nesta idade: dependência, sexualidades em ambientes digitais, referência de adultas(os) e impacto emocional.

. Violência de gênero digital: quais são as formas pelas quais a violência de gênero se manifesta em ambientes digitais, quais elementos da internet os modificam ou aprimoram e quais são as ferramentas para tornar visível, prevenir, monitorar e denunciar casos.

Por fim, será formada uma mesa redonda com a presença de Juliana Raffaghelli, acadêmica argentina especializada em tecnologia educacional, algoritmos e cultura de dados abertos, e participação de representantes de cada uma das organizações que integram a campanha, onde falarão e trabalharão sobre datificação (informações transformadas em dados) e as diferentes interseções entre inteligência artificial, algoritmos, máquinas de aprendizagem e como isso impacta nossas vidas (desde identidades e relacionamentos, até o cumprimento dos direitos humanos).

Junto com a Faro Digital, que possui escritórios na Argentina e na Espanha, participam da campanha as seguintes organizações sociais: Plan Ceibal (Uruguai), CEPIA (Brasil), Fundación Wikimedia (Chile), Civix (Colômbia), CEPAM Guayaquil (Equador), CEPS (Espanha ), Hiper Derecho (Peru), Fundación Paniamor (Costa Rica), Paraguai Educa (Paraguai), Transit Projectes (Espanha) e SocialTIC (México).