A Women’s Learning Partnership (WLP)  criou um grupo de trabalho reunindo algumas de suas organizações parceiras com o objetivo de  identificar aprendizagens e desafios que cada uma das organizações tem vivenciado ao longo desse período de pandemia, com a necessidade de adaptação de diversas atividades formativas para o espaço digital.

O encontro, realizado em 25 de maio,  reuniu facilitadoras internacionais da WLP assim como  participantes de organizações parceiras de diversos países, incluindo Paquistão, Malasia, Indonesia, Senegal, Marrocos, dentre outros.  Andrea Romani, pela CEPIA e Joy Ngwakwe pela CEADER/Nigéria facilitaram o encontro juntamente com Allison Horowski, da WLP.

Os desafios identificados vão desde o acesso à eletricidade, conectividade e insegurança digital aos desafios enfrentados pelas participantes mulheres que, ao frequentarem as formações online a partir de casa, carecem da privacidade adequada para abordar questões mais delicadas e até mesmo ter um tempo dedicado especificamente à formação. Na maior parte do tempo as mulheres estão dividindo sua atenção entre a formação  e as tarefas domésticas, geralmente sob sua responsabilidade. Apesar dos vários desafios, o grupo também elenca uma série de oportunidades em nível local e internacional, como a oportunidade para as mulheres se capacitarem nas ferramentas digitais e a democratização  a comunicação.