O respeito aos mortos está presente em todas as sociedades que, com diferentes rituais, deles se despedem. No caso do desaparecimento do corpo da pessoa falecida, por desastres como Brumadinho, situações de guerra ou por tortura nos porões de ditaduras, a dor da perda de entes queridos é multiplicada como se a morte não se consumisse.
A CEPIA manifesta sua solidariedade a Felipe Santa Cruz, cujos familiares não puderam enterrar seu pai, assassinado e desaparecido pela ditadura.
Manifesta também sua indignação com a afirmação do Presidente Bolsonaro, não condizente com a verdade, de que sabe onde esta o corpo de Fernando Santa Cruz.
O respeito a dignidade humana não esta circunscrito a essa ou aquela orientação política pois constitui um principio universal de direitos humanos.