.
 

Atualidades CEPIA 

.Mulheres e Reforma Legislativa: Estudos de Caso do Campo


.A Escola de Direito da Universidade da Pennsylvania em parceria com a ONU Mulheres, a UNESCO, o Fundo da ONU para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDGF) e a International Development Law Organization (IDLO) organizam uma mesa redonda sobre Mulheres e Reforma Legislativa: Estudos de Caso do Campo, no dia 10 de março, em Nova Iorque. Jacqueline Pitanguy, Diretora Executiva da CEPIA, participava do evento em mesa sobre Violência contra a Mulher e fala sobre a Lei Maria da Penha.


.

.Veja como está a aplicação das Medidas Protetivas da Lei Maria da Penha A 6a. Edição da Coleção Pensando a Segurança Pública, publicação do Ministério da Justiça, divulga pesquisas promovidas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD sobre a aplicação das medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha. As pesquisas foram realizadas por diversas organizações não governamentais em várias cidades brasileiras.

A Cepia Cidadania realizou a pesquisa nas cidades do Rio de Janeiro, Florianópolis, São Paulo e Salvador. A pesquisa da CEPIA teve como objetivo analisar como se configuram os fluxos de documentos e pessoas e quais são os obstáculos encontrados pelas mulheres para acessar as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha. Clique aqui e veja a publicação do Ministério da Justiça.

.

..Advanced Training of Trainers Institute for Human Rights
De 6 a 10 de fevereiro ocorre em Beirute, no Líbano a formação "Advanced Training of Trainers Institute for Human Rights" promovido pela organização internacional Women's Learning Partnership (WLP), em articulação com a organização Parceira no Líbano CRTDA. O encontro reúne facilitadoras de vários países, incluindo Kazakhstão, Kyrgyzstão, Nigeria, Mozambique, Brasil, Malaysia, Turquia, Libano, Egito, Jordânia. Andrea Romani, coordenadora de projetos da CEPIA, integra o grupo.


.

..Apoio e solidadiedade
A CEPIA recebeu um grupo de mulheres que perderam seus filhos em ações policiais e que, a partir dessa imensa dor, construíram redes de apoio e solidariedade com outras mulheres em situação semelhante. Em 2017 elas continuarão a desenvolver atividades de empoderamento de outras mães mantendo presente a memória de seus filhos e lutando por justiça. Na foto: Patricia, Ana Paula, Ana Lúcia, Maria Eduarda, Mônica Cunha, Fátima (Forum Manguinhos, Rede de Mulheres e Movimento Moleque), Andrea Florence (Fundação OAK), Jacqueline Pitanguy e Leila Barsted.

.

..Percepções e Expectativas dos Jovens sobre Serviços de Saúde Amigáveis
No dia 23 de janeiro, ocorreu a última reunião da pesquisa "Percepções e Expectativas dos Jovens sobre Serviços de Saúde Amigáveis". Esta pesquisa visa contribuir para diminuir a distância entre jovens e serviços de saúde e para o aprimoramento da atenção em saúde aos jovens do município do Rio de Janeiro. Esta pesquisa é uma parceria da CEPIA com o IPPF - International Planned Parenthood Federation (http://www.ippf.org). Neste dia, também foi feita uma avaliação do projeto e a entrega dos certificados. Participaram deste projeto: Ianê Germano, Lucas Marçal, Luiza Vahl, Breno Costa, Matheus Souza, Victória Ferreira, Jessika Negreiros, Keelly Cristina e Debora Silva, com a orientação de Carolina Zuccarelli.

.

..SENASP
A SENASP, Secretaria Nacional de Segurança Pública, divulga a publicação "Pensando a Segurança Pública - Direitos Humanos, Grupos Vulneráveis e Segurança Pública". Nessa publicação encontra-se o artigo de Wânia Pasinato, Ísis Garcia, Juliana Vinuto e Jenifer Estrela Soares sobre "Medidas Protetivas para as Mulheres em Situação de Violência", página 233. Esse artigo é derivado da pesquisa do mesmo nome realizada pela CEPIA, sob a coord enação de Wânia Pasinato.


.

..MULHERES MARCHAM EM WASHINGTON PARA DEFENDER SEUS DIREITOS E REPUDIAR A INTOLERÂNCIA
A Marcha das Mulheres em Washington é um movimento liderado por mulheres com o intuito de reunir pessoas de todos os gêneros, idades, raças, culturas, afiliações políticas e origens na capital dos EUA no dia 21 de janeiro de 2017 para reafirmar nossa humanidade comum e pronunciar nossa mensagem ousada de resistência e autodeterminação. Clique aqui para ler as motivações, princípios e propósitos do movimento.
SAIBA MAIS


.

..Partiu Papo Reto
Acaba de ser disponibilizada uma atualização do aplicativo Partiu Papo Reto, que conta com dez novas conversas com informações sobre os perigos do Zika vírus, microcefalia e outros temas sobre saúde e cuidados.
O aplicativo é gratuito para celular e trata de saúde sexual, reprodutiva e direitos, numa linguagem atrativa para o público jovem. Desenvolvido ​pela CEPIA - Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação​ de forma colaborativa com mais de 200 participantes, numa parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro/Rap da Saúde e o Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (IESC) da UFRJ, o programa já está disponível nas plataformas IOS e Android.
As funcionalidades e a identidade visual do "app" – parte de um projeto mais amplo que utiliza tecnologias digitais, com apoio do IPPF (International Planned Parenthood Federation) e CEPIA – foram discutidas em oficinas e dinâmicas com jovens de diferentes perfis, além de grupos focais com profissionais de saúde e educação. Desde junho de 2016, quando foi divulgada a primeira versão, o projeto já conta com página no Facebook, perfis no Twitter e Instagram e canal no Youtube, com vídeos e spots exclusivos. SAIBA MAIS

.

..Reforma da Legislação de Família
No dia 16 de janeiro de 2017 a CEPIA e o Women's Learning Partnership for Rights, Development, and Peace Brasil, com colaboração do #IDRC/CRDI, realizaram um Colóquio para a apresentação do projeto global "Reforma da Legislação de Família para Desafiar a Violência de Gênero " que envolve e, espec ificamente, do Estudo de Caso do Brasil apresentado por Mariana Barsted, pesquisadora responsável; Leila Barsted, co pesquisadora; Jacqueline Pitanguy, supervisora e Andrea Romani, representante da Cepia no WLP. Este encontro reuniu feministas históricas brasileiras que estiveram envolvidas em processos constitucionais e que se empenharam nos esforços de reforma da legislação de família e penal no Brasil tais como Nilcéa Freire, Silvia Pimentel, Jandira Feghali, Anna Maria Rattes, Branca Moreira Alves, Jacira Melo, Nair Jane, Andrea Pachá, Aglaé Tedesco, Márcia Noeli, Alanza Maria Rodrigues Rebello, Maria Matilde Alonso, Marisa Sanematsuo, Leilah Borges da Costa, Marisa Chaves, Angela Freitas, Adriana Mota, Glória Márcia Percinoto e Karla Oldane. Este projeto abrange além do Brasil, mais 10 países: Senegal, Marrocos, Índia, Líbano, Turquia, Irã, Egito, Jordânia, Palestina e Quirguistão.

.

..CEPIA no YouTube
A Cepia lançou em seu canal no YouTube uma série de vídeos exclusivos sobre a temática da saúde sexual e reprodutiva: "Zika vírus e direitos reprodutivos" e "Gravidez na adolescência", já disponíveis na plataforma, contam com a participação de jovens envolvidos com o desenvolvimento do aplicativo Partiu Papo Reto.

Além da série de spots, o canal possui uma biblioteca de vídeos sobre feminismo, documentários e reportagens.

.

..Percepções e Expectativas dos Jovens sobre Serviços de Saúde Amigáveis
A CEPIA realizou pesquisa sobre as " Percepções e Expectativas dos Jovens sobre Serviços de Saúde Amigáveis",através de um questionário aplicado a 60 jovens potenciais ou efetivos usuários de serviços de saúde pública. Os questionários foram elaborados com a coordenação da socióloga Carolina Zuccarelli, tendo incorporado sugestões e perspectivas de jovens que a CEPIA treinou em metodologia de pesquisa e que atuaram na sua aplicação. No dia 09 de janeiro de 2017, ocorreu a primeira reunião do ano com a equipe de jovens pesquisadores. Os resultados da pesquisa estão sendo processados pela CEPIA. Os jovens participantes da pesquisa são Ianê Germano, Debora Silva, Matheus Souza, Breno Costa, Keelly Cristina, Luiza Vahl, Victória Ferreira, Jessika Negreiros e Lucas Marçal. Saiba mais aqui.

.

..FEMINICÍDIO EM CAMPINAS

Organizações de mulheres de todo o pais assinam MANIFESTO relativo ao assassinato de Isamara Fillier e de nove mulheres da mesma familia por seu ex marido, Sidnei Ramis de Araujo, que também matou seu filho de 8 anos. Os crimes, que por seu caráter machista e misógino constituem um feminicídio, ocorreram na noite de réveillon, durante a celebração da passagem do ano. Sidnei, que se suicidou depois de cometer esses crimes brutais, deixou mensagens acusando as mulheres de vadias e condenando a Lei Maria da Penha. Tarja preta Veja o manifesto e divulgue, clique aqui. Precisamos lutar contra a violência contra as mulheres. Leia aqui o texto escrito por Jacqueline Pitanguy.

.

..A CEPIA apresenta os resultados do Barômetro latino-americano sobre o acesso das mulheres aos contraceptivos modernos. Trata-se de uma pesquisa realizada na Argentina, Chile, Colombia, Mexico e Brasil. Dentre outros temas, o estudo comparativo entre esses países aponta a influência de grupos religiosos e conservadores no desenho e execução de políticas publicas de planejamento familiar. Confira aqui.

.

..Jacqueline Pitanguy publica artigo no jornal O Globo onde discute os limites do mandato de um prefeito e a necessidade de defender o estado laico. Confira aqui.

.

.Estes são os votos da equipe da CEPIA!

.

.

.A CEPIA manifesta seu reconhecimento pela decisão tomada pela maioria da 1a Turma do STF de que praticar aborto nos 3 primeiros meses de gestação não é crime. A CEPIA cumprimenta particularmente os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Edson Fachin.

Ao longo dos anos a CEPIA vem lutando para garantir os direitos reprodutivos das mulheres, dentre os quais se inclui o direito a interromper a gestação, particularmente nos 3 primeiros meses de gravidez, entendedo que o aborto não é um direito incondicionado mas que é fundamental que a maternidade seja vivida como uma opção e que sejam garantidas às mulheres a contracepção, a contracepção de emergência, a interrupção da gravidez nos 3 primeiros meses e em outras situações como risco de vida, risco à saúde e má formação fetal.

A criminalização do aborto viola os direitos fundamentais da mulher: "sua autonomia, o direito à integridade física e psíquica, os direitos sexuais e reprodutivos da mulher, a igualdade de gênero - além da discriminação social e o impacto desproporcional da criminalização sobre as mulheres pobres".

.



.O Brasil fica menor

cepiaFaleceu no Rio de Janeiro o grande advogado e defensor dos direitos humanos Antonio Modesto da Silveira.

Tivemos o privilégio e a alegria de conviver com esse amigo querido e profissional exemplar ao longo das últimas décadas. Ao Modesto da Silveira, íntegro discreto, corajoso e irredutível na defesa das liberdades democráticas, nossa homenagem.

.


.Zika Virus e Direitos Humanos

cepiaA EMERJ, Escola de Magistratura do Rio de Janeiro promoveu um seminário sobre Zika vírus e a interface dessa epidemia com os direitos reprodutivos das mulheres.

Coordenada pela juiza Adriana Mello a mesa contou com a presença da antropóloga Debora Diniz que ápresentou seu livro Zika: do Sertão Nordestino a Ameaça Global, e com as apresentações de Jacqueline Pitanguy, socióloga da CEPIA e da Juíza, Dra Aglae.

.


.AWID, Associação das Mulheres em Desenvolvimento, reuniu cerca de 1.800 mulheres de 120 países na Costa do Sauipe, Bahia, entre 8 e 11 de Setembro de 2016 para seu 13 Fórum Internacional

cepiaO Feminismo e o Futuro foi o tema desse encontro que teve como eixo central o debate sobre Poder Coletivo , Direitos Humanos e Justiça.

A CEPIA , juntamente com o Center for Women's Global Leadership da Universidade de Rutgers, apresentou uma sessão sobre Jornadas Feministas Globais: reflexões sobre estratégias multi culturais e desafios atuais, com a participação de Charlotte Bunch, USA, Roxana Carillo, Peru, Jacqueline Pitanguy, Brasil.

.


.Defesa no Senado

cepiaCom firmeza, competência e elegância, a Presidente Dilma Rousseff fez a sua defeza no Senado demonstrando que não cometeu crime de responsabilidade fiscal e que trata-se assim de um julgamento politíco que, sem base legal, se configura como um golpe parlamentar.


.


.A relação entre Zika e aborto

cepiaO Canal Saúde debate a relação entre Zika e aborto noticiando que crescem no Brasil as encomendas ao exterior de pílulas abortivas. Jacqueline Pitanguy comenta essa situação.

Confira aqui

.

.Grupo aciona Supremo por direito a aborto se mulher tiver zika

cepiaA Associação Nacional de Defensores Públicos ingressa nesta quarta-feira (24) com ação no STF (Supremo Tribunal Federal) para pedir que grávidas afetadas pelo vírus da zika e que estejam em "grande sofrimento mental" tenham direito ao aborto.

Leia mais aqui

.

.As conquistas e os avanços das mulheres

cepiaNa comemoração dos 10 anos da Lei Maria da Penha o canal Curta apresenta a entrevista com Leila Barsted, diretora executiva da CEPIA falando sobre as conquistas e os avanços das mulheres no combate à violência doméstica.

Confira aqui

.

.Carta de entidades da sociedade civil dirigida ao Ministério da Saúde

cepiaA epidemia do Zika virus afeta particularmente as mulheres em idade reprodutiva que deveriam ter acesso a informação sobre os graves efeitos do Zika virus no feto. Frente a essa epidemia, o Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU recomendou que os governos investissaem no sentido de ampliar e facilitar o acesso à contracepção e considerassem rever as leis proibitivas do abortamento a fim de que as mulheres pudessem decidir se levar adiante ou não uma gravidez nesse contexto epidemiológico. Veja a carta de entidades da sociedade civil dirigida ao Ministério da Saúde.

Confira aqui

.

.Os direitos reprodutivos das mulheres e a epidemia do Zika vírus

cepiaA publicação Cadernos de Saúde Publica da FIOCRUZ apresenta diversos artigos sobre as diferentes dimensões da epidemia do Zika virus. Veja o texto de Jacqueline Pitanguy sobre os direitos reprodutivos das mulheres em tempos de Zika.

Leia mais

.

.cepiaDia Internacional de Luta pelo Aborto Seguro

Mulheres lançam petição â ONU para tornar dia 28 de Setembro O Dia Internacional de Luta pelo Aborto Seguro. Veja e assine a petição.

Veja e assine a petição

.

.Conselho Nacional dos Direitos da Mulher

O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, CNDM, constitui um marco na história política do Brasil. Sua criação em 1985 (Lei 7.353/85) representa a luta das mulheres brasileiras na afirmação de sua igualdade social como fator fundamental para um verdadeiro processo de democratização de nossas instituições políticas, após 21 anos de ditadura militar.

Leia mais

.

.Lei Maria da Penha

O Consórcio Nacional de Organizações que elaborou o anteprojeto de lei Maria da Penha (Cepia, Cfemea, Cladem e Themis) organizações feministas, de mulheres e de direitos humanos vêm publicamente manifestar-se contrárias à proposta contida no art.12-B, do PLC 07/2016, que pretende conferir à autoridade policial atribuições para a concessão de medidas protetivas de urgência, subvertendo a lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha). Importante lembrar que a Constituição Federal consagrou os direitos das mulheres e a responsabilidade do Estado frente à violência doméstica que é fruto da luta dos movimentos feministas e de mulheres, que também conquistaram a presença do sistema de justiça no tratamento da violência através da Lei Maria da Penha.

Leia mais

.

.Entrevista para a TV Al Jazeera

cepiaContinua a repercutir internacionalmente o dramático estupro coletivo de uma jovem de 16 anos no Rio de Janeiro. Tendo como tema a cultura do estupro o programa The Stream da rede internacional de TV Al Jazeera , entrevistou algumas mulheres brasileiras, dentre as quais Jacqueline Pitanguy, sobre esse tema. Clique aqui e confira a entrevista.

Clique aqui e confira a entrevista.

.

.Secretária de Políticas

A nomeação da deputada Fátima Pelaes como Secretária de Políticas para as Mulheres ameaça os Direitos Reprodutivos das Mulheres porque a sra Pelaes declarou ser contra a interrupção da gravidez em todas as circunstancias, mesmo em casos de estupro. Declarou também ser contra a contracepção de emergência ou "pilula do dia seguinte. Afirmou que suas posições decorrem do fato de "ter encontrado Jesus" em uma circunstancia de sua vida.

Leia mais

.

.Nota pública da ONU Mulheres Brasil sobre estupros coletivos

A CEPIA manifesta sua indignação diante de mais um estupro coletivo cometido, no Brasil, agora contra uma jovem no Rio de Janeiro. Manifesta também sua solidariedade à jovem e sua família e espera que toda a sociedade se mobilize contra esse crime que representa a face mais cruel de uma cultura machista ainda fortemente presente em nosso país. Leia a esse respeito, a Nota Pública de ONU Mulheres.

Leia mais

.

.Um Retrocesso na Política

cepiaA CEPIA manifesta sua indignação com o fato de que o Ministério do Presidente interino Michel Temer não tenha incorporado mulheres e negros, refletindo uma visão patriarcal e elitista do poder, em total desacordo com a diversidade de gênero, raça e etnia que caracteriza o país e o contexto internacional.

Confira aqui a entrevista com a representante da ONU Mulheres no Brasil

.

.EMERJ debate sobre o Posicionamento da Mulher perante a Mída

A Escola da Magistratura realizou no dia 20 de abril, o II Seminário sobre "A Mulher, A Mídia e o Poder no Brasil: Um Olhar Compartilhado". O evento foi promovido pelo Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero, e pelo Fórum Permanente de Direito à Informação. A abertura do evento foi realizada pela Juíza Adriana Ramos de Mello. Nesta segunda edição do seminário, palestraram as jornalistas Fernanda da Escóssia, professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Flávia Oliveira e Vera Araújo, do jornal O Globo; e Sonia Azevedo, diretora do Grupo In Press. O mediador foi o jornalista Ma uro Ventura, do TJRJ. Leila de Andrade Linhares Barsted, diretora executiva da CEPIA e do membro Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero participou do debate entre os componentes da mesa e o público presente.

A jornalista Fernanda da Escóssia falou sobre os primeiros jornais destinados a mulheres e mencionou que eram feitos por homens e que o foco das publicações era moda e literatura.
Leia mais

.

.A CEPIA apoia o manifesto das católicas pelo Direito de Decidir: Sem Estado Laico não há democracia

cepiaCatólicas pelo Direito Decidir está preocupada com a laicidade no Brasil. Diferentemente do que dizem alguns 'religiosos', a laicidade não nega qualquer religião, ao contrário, as valoriza e entende que todas têm sua importância na vida das pessoas. No entanto, a laicidade implicas a total isenção do Estado em relação às religiões no que diz respeito à elaboração e implementação das leis e políticas públicas. Nenhuma lei ou política deve ser orientada por dogmas religiosos. Leia mais

.

.A advogada feminista Leila Linhares Barsted, coordenadora Executiva da CEPIA, contribuiu com sua experiência para instrumentalizar o debate sobre o aborto no Brasil, na audiência pública no Senado Federal.

cepiaAssista a audiência pública sobre a SUG 15/2014, que contou com a participação de especialistas-chave para o debate sobre aborto no Brasil. A advogada feminista Leila Linhares Barsted (1:36:00), coordenadora Executiva da CEPIA contribuiu com sua experiência para instrumentalizar o debate com informações e dados no campo do Direito sobre a urgência da legalização do aborto no Brasil. Assista na íntegra

.

.Juristas falam sobre a violência contra as mulheres durante a Ditadura Militar

cepiaNo Brasil, passamos por uma ditadura entre 1964 e 1985. Esse período foi marcado por supressão de direitos e práticas estatais de graves violações de direitos humanos, com ampla repressão contra cidadãos vistos como opositores ao regime militar... Leia mais

.

.Os Serviços de Responsabilização dos Homens Autores de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher

cepiaA CEPIA, com o apoio da Fundação FORD, realizou o Seminário "Os Serviços de Responsabilização dos Homens Autores de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher – refletindo sobre gênero e masculinidades" apresentando o relatório final da pesquisa coordenada por Wânia Pasinato, com participação de Cecília Soares (Rio de Janeiro), Ísis de Jesus Garcia (Florianópolis), Jenefer Estrela Soares (Salvador) e Juliana Vinuto (São Paulo). Em breve o relatório estará disponível em nosso site, para consulta. Mesa de abertura: Leila L. Barsted, Jacqueline Pitanguy, Nilcéa Freire e Ana Rocha. Mesa 1: Wânia Pasinato, Sergio Barbosa e Adriana Ramos Mello. Mesa 2: Malu Heilborn e Jorge Lyra.

.

.Global Fund for Women

cepiaO Fundo Global para as Mulheres, Global Fund for Women, GFW, baseado em San Francisco, organizou um webinar sobre Zika Virus e Direitos Reprodutivos no Brasil, com a participação de Jacqueline Pitanguy que já exerceu a presidência do GFW.
Saiba mais...

.

.Governo brasileiro e ONU Mulheres lançam, em 8/4, diretrizes nacionais de feminicídios

cepiaSerá divulgado nesta sexta-feira (8/4), às 10H, em Brasília, o documento "Diretrizes Nacionais para Investigar, Processar e Julgar com Perspectiva de Gênero as Mortes Violentas de Mulheres - Feminicídios". A apresentação será feita pela representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, pela secretária Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Eleonora Menicucci, e pela secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki. Saiba mais...

.

.ABORTO,PALAVRA INTERDITADA

cepiaA Defensoria Publica do Rio de Janeiro e o NUDEM promoveram um Seminário com o Titulo ABORTO , PALAVRA INTERDITADA. Representando a CEPIA, Jacqueline Pitanguy apresentou alguns princípios que , a seu ver , devem embasar o debate sobre o aborto, tais como o respeito a autonomia reprodutiva, o direito a saúde física e emocional da mulher, o direito a saúde,o respeito ao pluralismo em uma sociedade democrática e em estado secular. Salientou também vem aumentando o numero de países que contemplam a interrupção voluntária da gravidez e que , não sendo o aborto um direito incondicionado, aumentam os permissivos a medida que avança a idade gestacional. Sonia Correa da ABIA apresentou um panorama internacional da situação do aborto, a medica Anna Christina Willemsens do Hospital Fernando Magalhães falou sobre sua experiência no atendimento a mulheres vítimas de estupro que realizam o aborto, Ana Paula Sciammarella do CLADEM apresentou os resultados de uma pesquisa sobre processos contra mulheres que abortaram e a defensora publica Renata Tavares teceu comentários sobre as apresentações e sua experiência de Defensora.

.

cepia

Feministas repudiam a capa e a matéria da Revista ISTO É, desrespeitosa à Presidente Dilma e a todas as mulheres.

Confira aqui

.

cepia

Comercial da agência Africa, com criação de Rafael Pitanguy

Confira aqui

.

cepia

Jacqueline Pitanguy fala em simpósio do Congresso Americano, co organizado pelo Inter American Dialogue sobre a epidemia do Zika virus.

Saiba mais

.

.REPÚDIO E INDIGNAÇÃO

A CEPIA manifesta seu repúdio e indignação com o fato do Congresso Nacional ter retirado das atribuições da Secretaria de Políticas para as Mulheres, SPM, a adoção da perspectiva de gênero em seus trabalhos e ter incluído, com referência de tratados internacionais a orientarem a Secretaria apenas o Pacto de S. José, única convenção que menciona a proteção da vida desde a concepção. Vejam e difundam o Manifesto do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, CNDM, sobre esse verdadeiro atentado aos direitos humanos das mulheres. Clique aqui e veja a nota.

.

.GENÊRO: UM CONCEITO FUNDAMENTAL

A CEPIA SE une aos Nucleos de Estudo de Genero e outras associações de todo o país, protestando contra a iniciativa inaceitável e inexplicável de Congressistas no sentido de eliminar a perspectiva de gênero das atribuições da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM). Clique aqui e veja a nota.

.

cepia.No dia 21 de março será lançada a Biblioteca Rose Marie Muraro uma justa homenagem a uma escritora e feminista que marcou, com brilho e coragem, a história das mulheres no Brasil.

.

cepia.A imprensa de Portugal também destaca a questão do vírus do Zika e seus impactos dramáticos sobre os fetos de mulheres gravidas que foram infectadas e desenvolvem microcefalia . Veja a reportagem do importante jornal Publico, que, dentre outras pessoas, entrevistou Jacqueline Pitanguy da CEPIA. Clique aqui e confira

.

..O Diálogo InterAmericano, IAD, com sede em Washington, organiza , dia 25/03/16, um seminário pela net,webinar, sobre o Aborto e os Direitos Reprodutivos na America Latina, e sua importância para a Democracia, mediado por Michael Shifter,presidente do IAD,com parlamentares da Colombia e do Chile e Jacqueline Pitanguy que integra o IAD. Clique aqui e confira

.

..O debate sobre o vírus do Zika, suas conseqüências devastadoras nos fetos, ocasionando microcefalia e outras má formações, e o direito da mulher decidir se levar a termo ou interromper uma gestação caso ela tenha sido contaminada pelo vírus chegou a China. Veja a reportagem da TV Phoenix , de Honk Kong, com entrevista a Jacqueline Pitanguy sobre esse tema. Clique aqui e confira

.

..O Alto Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas se pronuncia sobre a epidemia de Zika e sobre o direito ao aborto das mulheres que contraíram Zika na gravidez.
Clique aqui e confira o link da BBC sobre esse tema

.

..As mulheres e o Zika vírus: imprensa coloca aborto em pautaO debate sobre ZIKA, microcefalia e aborto cresce no Brasil
Veja a contribuiçao da ABRASCO, Associaçao Brasileira de Saúde Coletiva, com uma síntese dos principai artigos sobre o tema Clique aqui e confira.

.

..A discussão sobre aborto em casos de microcefalia ocasionada pelo vírus da ZIKA é fundamental e já foi incorporada pela imprensa estrangeira. Clique aqui e confira, a reportagem do jornal espanhol El País sobre esse tema, onde feministas brasileiras como Jacqueline Pitanguy e Debora Diniz são entrevistadas. Clique aqui e confira.

.

..Jacqueline Pitanguy, coordenadora da Cepia, publicou artigo em 27 de janeiro no jornal O Globo no qual afirma a necessidade de ampliar os permissivos para a interrupção voluntária da gravidez e reconhecer a necessidade de incluir o direito ao aborto diante dos milhares de casos de microcefalia ocasionados pelo vírus da Zika, transmitido pelo mosquito aedes aegypt. Clique aqui e confira o artigo.

.

..A CEPIA teve a alegria de receber a visita de um grupo de estudantes do Curso de Graduação em Saúde Coletiva do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IESC/URFJ), da disciplina Ações Integradas em Saúde Coletiva II (AISC II) coordenada pelo professor César A. Paro.

.

..A Comissão de Cidadania e Reprodução, CCR, realizou um seminário sobre Estruturas e Linguagens da Exclusão no Brasil no qual a CEPIA esteve presente, representada por Jacqueline Pitanguy

Confira aqui!

.

..Veja o debate com Lucia Murat, cineasta, Jacqueline Pitanguy, sociologa e Coordenadora da CEPIA e Heloisa Melino,advogada e integrante da Marcha das Vadias,sobre feminismo, democracia, envelhecimento e outros temas ,realizado em 26 de novembro ,na Livraria da Travessa , com base no novo filme de Lucia Murat, EM TRES ATOS

Confira aqui!

.

..No dia 24 de outubro, 7 milhões de estudantes inscritos no ENEM se depararam com o seguinte pensamento de Simone de Beauvoir: "Ninguém nasce mulher: torna-se mulher".

Continue Lendo.

.

..O Banco Mundial lançou recentemente um relatório sobre a pobreza na América Latina no qual estabelece projeções no sentido de um declínio da população vivendo na linha da pobreza de 6,2% da população em 2012 para 5,6% em 2015.

Continue Lendo.

.

..Realizou-se na cidade de Lima, Peru, no período de 13 a 15 de outubro, a XII Reunião do Comitê de Especialistas - CEVI do Mecanismo de Seguimento da Convenção para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher.

Continue Lendo.

.

..Violência contra a Mulher persiste no Brasil. Esse foi o tema da redação do Enem nesse ano.

Continue Lendo.

.

..O Congresso aprova projeto de lei que atenta contra os direitos reprodutivos das mulheres.

Continue Lendo.

.

..Teresa Blandon, ativista pelos direitos reprodutivos e a saúde das mulheres na Nicarágua , fala sobre os efeitos nefastos na saúde das mulheres.

Continue Lendo.

.

..A CEPIA está celebrando 25 anos de existência na defesa dos direitos humanos das mulheres

Continue Lendo.

.

..A organização Women Learning Partnership, WLP, promove em 14 de setembro, na Escola de Estudos Internacionais da Universidade John Hopkins, um debate intitulado O Mundo que Queremos: um diálogo sobre segurança humana

Continue Lendo.

.

..O Roosevelt Institute lança o livro Women and Girls Rising, Progress and resistance around the World

Continue Lendo.

.

..A Igreja Católica vai Perdoar Mulheres que Fizeram o Aborto. A Igreja Católica avança para posições âncoradas nos princípios do perdão

Continue Lendo.

.

..A CEPIA através do projeto Tecnologias Digitais : Informando adolescentes sobre saúde sexual e reprodutiva conduz Oficina com os dinamizadores do RAP da Saúde

Continue Lendo.

.

.. Vejam o artigo da Ministra Eleonora Menicucci publicado no Jornal O Globo em 11 de agosto referente a Lei Maria Da Penha

Continue Lendo.

.

.. Leila Linhares Barsted, Diretora Executiva da CEPIA, esteve em Brasília no dia 11/08 ministrando uma aula sobre "Relações Sociais de Gênero e Enfretamento da Violência contra as Mulheres".

Continue Lendo.

.

.. O Instituo Patricia Galvão lança plataforma digital com informações sobre violência contra a mulher.

Continue Lendo.

.

..A organização WLP, Women Learning Partnership for Peace Rights and Development, da qual a CEPIA e parceira, realizou um filme sobre os direitos humanos e sua violação ao redor do mundo.

Continue Lendo.

.

..A CEPIA, através de Jacqueline Pitanguy, participa deste projeto que desvenda o que é o feminismo e como ele marcou a vida de tantas mulheres.

Continue Lendo.

.

..O debate sequencial on line sobre o aborto, organizado pelo GEA, no qual Jacqueline Pitanguy, da CEPIA, participou, alcançou mais de três milhões de visualizações.

Continue Lendo.

.

..A telefonia móvel a favor dos direitos humanos das mulheres. Gostaríamos de compartilhar com você uma novidade!!!!

Continue Lendo.

.

..Não podemos deixar o silêncio ocultar o debate sobre a maioridade penal. Vamos defender os direitos dos adolescentes.

Continue Lendo.

.

..A CEPIA rejeita ataques machistas e discriminatórios a Dilma Roussef que desrespeitam a Presidenta enquanto mulher e a Presidência como instituição

Continue Lendo.

.

..Veja a campanha, feita pela agencia Africa e escolhida para publicação no Adds of the World que seleciona os melhores adds de todo o mundo.

Continue Lendo.

.

..O GEA, Grupo de Estudos sobre o Aborto organizou uma série de 3 seminários, on line, sobre essa importante temática.

Continue Lendo.

.

..A State University de San Diego organizou, em abril, um Simpósio sobre o Brasil, onde foram debatidos temas atuais como as cidades e os grandes eventos esportivos, as recentes manifestações de 2013...

Continue Lendo.

.

..Em Janeiro o Institute for Inclusive Society organizou um evento na JF Kennedy School na Universidade de Harvard, do qual participaram mulheresde vários países.

Continue Lendo.

.

..O livro Saúde, Corpo e Sociedade organizado por Alice Navarro de Souza e Jacqueline Pitanguy traz as aulas administradas no curso desenvolvido pela CEPIA...

Continue Lendo.

.

..O Coletivo "Duas Gerações de Luta pelo Aborto Seguro e Legal", apoiado pela Cepia, organizou o Seminário "Direito ao aborto legal: Contrastes entre o Uruguai e o Brasil".

Saiba mais.

.

..Integrantes do grupo, "Duas Gerações de Luta pelo Aborto Seguro e Legal", visitaram a Secretaria de Políticas para as Mulheres e o Congresso Nacional.

Saiba mais.

.

..A Cepia vem atuando como secretária executiva de um grupo de mulheres defensoras de direitos reprodutivos...

Saiba mais.

.

..CEPIA se reúne com estudantes em Saúde Coletiva do IESC-UFRJ para apresentar linhas de trabalho para participação das estudantes em nossos programas e projetos.

Saiba mais.

.

..A CEPIA e o International Planned Parenthood Federation (IPPF) visitam o programa RAP da Saúde na comunidade do Borel

Saiba mais.

.

..O Institute of Politics da Universidade de Harvard e a organização The Inclusive Society promoveram um debate, sobre a luta das mulheres pela paz e por seus direitos.

Saiba mais.

.

..Feministas se reúnem na CEPIA para debater caminhos e estratégias sobre a temática do aborto e os direitos reprodutivos das mulheres.
Na foto Lena Lavinas, Debora Tomé, Sonia Correa, Bila Sorj,Hildete Pereira de Mello, Jacqueline Pitanguy e Leila Linhares Barsted

Saiba mais.

.

..A CEPIA manifesta seu mais profundo repúdio as palavras com que o Deputado Jair Bolsonaro dirigiu-se a Deputada Maria do Rosário

Saiba mais.

.

..Importante vitória das mulheres: O Senado apoia a inclusão do feminicídio no Código Penal

Saiba mais.

.

..A Cepia, representada por Jacqueline Pitanguy participou de evento organizado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres onde temas como violência, gênero e educação, assédio moral, feminicidio, a lei Maria da Penha, foram abordados

Saiba mais.

.

..CEPIA lança a 8ª edição da Publicação Violência contra a mulher: um Guia de defesa, orientaçço e apoio - 2014.

Saiba mais.

.

..A CEPIA dá início a VII edição do Curso Direitos Humanos das Mulheres, a ser realizado no período de 24 a 28 de novembro no âmbito dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher.

Saiba mais.

.

..Mulheres de organizações do Oriente Médio, da África e do Brasil se reúnem para discutir estratégias para avançar os direitos das mulheres

Saiba mais.

.

..Diante das mortes trágicas de duas mulheres que recorreram ao aborto inseguro e clandestino veja o artigo de Jacqueline Pitanguy publicado no O Globo

Saiba mais.

.

..Jandira Magdalena dos Santos Cruz saiu de casa no final de agosto para fazer um aborto em uma clínica clandestina, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Tudo indica que faleceu.

Saiba mais.

.

..Nos últimos meses têm sido um desafio para as mulheres defensoras dos direitos humanos - e para todos nós que buscamos um mundo fundado na dignidade humana e na igualdade de valor de todos os indivíduos.

Saiba mais.

.

..Desde 7 de julho, mais de 500 pessoas - mais de 100 são crianças - foram mortas em Gaza. Mais de 3.000 palestinos foram feridos. Milhares de crianças estão experimentando como é ser bombardeado; milhares de famílias estão agora sem abrigo.

Saiba mais.

.

..Jacqueline Pitanguy, Coordenadora Executiva da CEPIA e seu irmão, o médico Ivo Pitanguy publicaram artigo no Jornal O Globo , de 03/07/2014 onde criticam a posição negativa de muitos brasileiros frente ao país, enaltecem conquistas no plano democrático e avanços sociais, celebrando também a alegria da Copa do Mundo.

Saiba mais.

.

..Falecimento de Rose Marie Muraro - A CEPIA homenageia Rose Marie Muraro que marcou, com sua contribuição intelectual e compromisso político , a luta pelos direitos da mulher no Brasil e cujo velório ocorreu no dia 21 de junho, reproduzindo as palavras de sua filha Tonia.

Saiba mais.

.

..Cartão vermelho. A CEPIA manifesta sua indignação com a forma desrespeitosa e ofensiva com que parte da plateia do jogo de abertura da Copa do Mundo se dirigiu a Dilma Roussef,chefe de estado eleita democraticamente , representando a mais alta autoridade do pais . As palavras chulas e de baixo calão indicam prepotência, falta de educação e desconhecimento de princípios básicos de civilidade e convívio democrático. Não só a Presidente da Republica foi ofendida mas todas as mulheres brasileiras foram igualmente desrespeitadas.
Cartao vermelho e expulsão  para os que desobedecem as regras do convívio e da disputa democrática.

.

..A Cepia, em parceria com a organização internacional Women's Learning Partnership (WLP) e apoio da Fundação OAK e do Fundo Global para Mulheres (GFW) realizou nos dias 20 a 23 de maio o Seminário Estadual de Formação de Facilitadoras: Empoderamento e Promoção da Participação Politica das Mulheres reunindo 27 mulheres de diversos municipios do Estado do Rio de Janeiro.

Saiba mais.

.

..A CEPIA manifesta sua preocupação com a revogação pelo Ministério da Saúde da Portaria  415/2014 que aumentava a remuneração dos serviços credenciados para a realização do aborto  quando traz risco para a mulher ou em casos de anencefalia. Veja a respeito o texto de Leila Linhares Barsted, Coordenadora Executiva da CEPIA.

Saiba mais.

.

.. A Secretaria de Políticas para as Mulheres  - SPM-PR  e ONU Mulheres promoveram, nos dias 22 e 23 de maio, em Brasília uma oficina de especialistas para debater  o conceito e a necessidade da tipificação do crime de femicídio no Brasil.

Saiba mais.

.

..Lançamento da campanha nacional “Violência contra as Mulheres - Eu ligo” e do aplicativo Clique 180.

Saiba mais.

.

..O IPEA, Instituto de pesquisa Econômica Aplicada, do governo federal , apresentou em abril os resultados de uma pesquisa sobre violência contra as mulheres que causaram comoção no país pois indicavam que cerca de 60% das pessoas entrevistadas acreditavam que as mulheres, ao se vestirem com roupas provocantes, incitavam os homens ao estupro.

Saiba mais.

.

..Por ocasião da reunião da Comissão do Status da Mulher, na ONU, em N York, foi realizado em 19 de março,um seminário na New School of Social Research,  com o título de Direitos Humanos e os Desafios do Século 21: 20 + Anos depois da Conferencia de Direitos Humanos de Viena. Além de representantes da  Anistia Internacional e do Human Rights Watch, participaram representantes da academia e de organizações da sociedade civil. O evento foi organizado pela ONG WLP. Um dos paineis debateu o tema de como trazer os direitos humanos para a vida cotidiana, com a participação de Lina Abou-Habib do Libano, Asma KHader da Jordania, Jacqueline Pitanguy e Naeem Mirza do Paquistão. Para mais informações visite o site women learning partnership

Saiba mais.

.

..Pesquisa divulgada pelo IPEA mostra a existência, no Brasil,  de grande tolerância social à violência contra as mulheres.

Saiba mais.

.

..Cepia participa do evento de avaliação do projeto Fundo Fale Sem Medo que ocorreu no dia 12 de março e reuniu representantes das 10 organizações apoiadas pelo Fundo Elas/Instituto Avon.

Veja as fotos.

.

..Mulheres construindo cidadania. Depoimentos no âmbito do projeto Cidadania e Enfrentamento da Violência contra as Mulheres em comunidades pacificadas.

Assista aqui.

.

..Em defesa do estado de direito. A CEPIA manifesta seu repúdio e profunda indignação com a prática da justiça pelas próprias mãos, por indivíduos ou grupos que desconhecem o Estado de Direito em que vivemos, e o qual defendemos.Esses individuos  praticam atos que agridem ,não só as suas vitimas diretas, como o adolescente de 15 anos amarrado com tranca de bicicleta a um poste por grupos de "justiceiros" , como a todos nós, cidadãos e cidadãs  de um país democrático e que se rege por instituições de justiça e códigos de lei. A propósito vide o artigo de Carlos Schesinger vice presidente da Comissão de Direitos Humanos do IAB.

Leia  o artigo  A Volta do Negrinho do Pastoreio .

.

..O Latin American Advisor, publicado pelo Inter American Dialogue trata, na  terça feira dia 14 de janeiro de 2014 do tema da pobreza na America Latina,  que é discutido por Nora Lustig,Professora na Universidade de Tulane, por  Jacqueline Pitanguy, Coordenadora Executiva da CEPIA e por Maria Velez de Berliner ,Presidente da Latin American Inteligence Corporation.

Veja o artigo.

.